1229893385 - SpaceX owner and Tesla CEO Elon Musk poses on the red carpet of the Axel Springer Award 2020 on December 01, 2020 in Berlin, Germany.  
Credito: Britta Pedersen/Getty Images

Elon Musk revela que tentou vender Tesla à Apple

Fundador da Tesla surpreendido com a informação de que a Apple está a desenvolver um veículo elétrico. 

O fundador da Tesla, Elon Musk, considerou “estranho, se verdade” a notícia sobre o suposto projeto da Apple para produzir veículos elétricos e revelou que tentou no passado vender a sua empresa à gigante tecnológica.

Elon Musk revelou que “nos dias mais sombrios do programa ‘Model 3′” entrou em contacto com o administrador executivo (CEO) da Apple, Tim Cook, para discutir a possibilidade daquela empresa comprar a Tesla, por “um décimo do valor atual”.

“Ele recusou a aceitar uma reunião”, acrescentou Musk, citado na terça-feira pela agência EFE.

O empresário e CEO da Tesla mostrou-se surpreendido com a informação avançada nas últimas horas de que a Apple está a desenvolver um veículo elétrico, baseado num novo tipo de design de bateria ‘radical’, que reduziria custos e ampliaria a gama de veículos.

A imprensa norte-americana adianta que a bateria a utilizar pela Apple tem um design ‘monocélula’, o que permitiria a introdução de mais ‘material ativo’ e seria feita com lítio e fosfato de ferro por ter menor tendência a sobreaquecer, tornando-a mais segura.

Elon Musk apontou que a Tesla “já está a utilizar fosfato de ferro para carros de médio porte produzidos na fábrica em Xangai” e que “uma única célula é eletroquimicamente impossível, pois a tensão máxima é cerca de cem vezes mais baixa”.

“Talvez ele quisessem dizer que as células se unem, como a nossa bateria estrutural?”, questionou.

Relatórios sobre o projeto para o carro elétrico da Apple, conhecido como ‘Projeto Titan’, alvo de rumores há anos, indicam que a empresa conhecida pela produção de iPhones e iPads estaria interessada em produzir um veículo autónomo para consumo de massas.

Mas a gigante tecnológica pode também decidir abandonar o projeto de produção para vender apenas a tecnologia desenvolvida a construtores já existentes.

Uma das opções da Apple é a produção de um veículo com a canadiana Magna, maior produtora mundial de componentes automóvel, que desenha e monta veículos para fabricantes como a BMW.

A divulgação destas informações sobre o projeto da Apple surge num momento em que as ações da Tesla atingem máximos históricos.

Esta terça-feira, fecharam com um valor de 640,3 dólares (525,94 euros) por ação, o que permite ser a empresa de construção automóvel mundial com maior valor de mercado, superando amplamente empresas como Toyota ou Volkswagen.

Share this post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest
Scroll to Top